165 Anos de Emancipação Política de Acaraú

Plasfran

RANCH ITALIA

quarta-feira, 3 de março de 2010

Sete mortos em assalto à banco no Maranhão

Seis assaltantes morreram durante um tiroteio contra 20 agentes da Polícia Federal num assalto a uma agência bancária na cidade de Santa Luzia do Paruá, distante 394 km de São Luís, na manhã de ontem. Um policial civil que prestava serviço como vigilante do banco também morreu e a gerente acabou baleada. Três pessoas que participaram do assalto foram presas e outra continua foragida. De acordo com informações da PF, os bandidos chegaram à agência bancária em dois veículos, uma Hilux e um Polo Branco, roubados aproximadamente 20 minutos antes do assalto. No momento em que eles estavam executando o roubo, cerca de 20 policiais federais do Maranhão, do Pará e de Brasília (12 do Grupo de Operações Táticas da PF) já estavam na cidade. Eles cercaram a agência e deram voz de prisão aos dez assaltantes. Nesse instante, os bandidos reagiram com tiros de fuzis. Os policiais federais revidaram. O tiroteio durou aproximadamente 15 minutos. Segundo o superintendente da Polícia Federal no Maranhão, Fernando Segóvia, a PF já vinha monitorando essa quadrilha havia meses, por causa de vários assaltos a banco que cometeram no Maranhão e no Pará. No dia 27 de fevereiro, a PF descobriu que os criminosos fariam um assalto em Santa Luzia do Paruá e montaram uma estratégia para desarticular a quadrilha.

De Tadeu Nogueira do Blog Camocimonline: "Homi" rapaz, a PF raramente dispara um tiro quando efetua prisões, mas quando resolve atirar, bota é pra "tirar do ramo". Ninguém supera a inteligência humana. Quem quiser desarticular qualquer "arrumação" é só usar o velho e bom quengo. Parabéns à Polícia Federal.

0 comentários:

Postar um comentário