Enquete

Você concorda com o abadá a R$ 100,00 para ter grandes atrações no Acaraú Folia 2015?

Empréstimos Lívia Ribeiro

Pesquisar no blog

Carregando...

Trilha da Raposa 2015

RANCH ITALIA

Plasfran

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

BAIXO ACARAÚ: Irrigação no perímetro irrigado é uma revolução

Há em curso uma silenciosa revolução no Perímetro Irrigado do Baixo Acaraú, no Norte do Ceará.
É resultado de uma atitude moderna da Diretoria de Produção do Dnocs, que, finalmente, criou mecanismos legais para a transferência entre proprietários. Lá, neste momento, 478 hectares estão cultivados de laranja, limão e tangerina. Essa área será ampliada para 1.030 hectares.
Tem mais: uma dupla de produtores cearenses associou-se e investiu em um projeto de produção de abacaxi Pérola. “Eles estão ganhando dinheiro”, informa Rogério Paganelli Junqueira, gerente executivo do Baixo Acaraú.
Mais: produtores do Mato Grosso, que recentemente chegaram lá, já plantaram o equivalente a 100 hectares de côco, usando como ferramenta principal a tecnologia e a inovação.
“Pode anotar aí: o Baixo Acaraú poderá ser todo ocupado por produtores rurais de outros estados, principalmente de Mato Grosso, se os cearenses não chegarem logo. Os matogrossenses e paulistas, que também estão lá, trouxeram novas tecnologias e modernas práticas agrícolas”, testemunha o presidente da Agência de Desenvolvimento do Ceará (Adece), Zuza de Oliveira, um especialista no agronegócio.
O mais interessante vem agora: essa revolução acontece sem que o Dnocs – como manda a Lei 6662, de 1973 – preste assistência técnica aos pequenos produtores, que pagam por ela com o seu próprio dinheiro.

0 comentários:

Postar um comentário