165 Anos de Emancipação Política de Acaraú

Plasfran

RANCH ITALIA

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Manoel Duca lamenta queda na produtividade do caju

O deputado Manoel Duca (PRB) lamentou, na sessão plenária desta quarta-feira (25/05), a queda gradual na produtividade do caju. “O Ceará ainda é o maior produtor de caju do Brasil, digo ainda, porque daqui a pouco perderemos esse posto para os estados do Piauí e Rio Grande do Norte”, frisou.

Conforme o parlamentar, a cultura do caju está em todo o Ceará. “Se o caju alcança milhares de pessoas, porque o Governo não dá uma assistência e um maior incentivo para que a fruta volte aos tempos áureos. Não dá para entender o estado ser o menos atingido em termos de cobertura financeira”, protestou.

Manoel Duca sugeriu que seja feito o aproveitamento do pedúnculo da fruta. “O agricultor sai dos campos porque o Governo não dá condição. Precisamos de soluções para manter esses trabalhadores em suas cidades”, defendeu.

Em aparte, o deputado Sérgio Aguiar (PSB) destacou que o caju sofreu mais na zona Norte. “Além desses problemas lembrados, a castanha de fora está chegando aqui a um preço menor do que o nosso. Precisamos de um esforço concentrado e uma solução para essa importante economia”, pontuou.

O deputado Leonardo Pinheiro (PR) afirmou que a cultura do caju é de grande relevância para o Estado. “Vamos pedir um maior incentivo do Governo. Podemos debater esse tema na Comissão de Convivência com o Semiárido que vamos implantar”, ressaltou.

Já o deputado Cirilo Pimenta (PSDB) lembrou que o algodão e a lagosta, por exemplo, foram produtores de grande peso. “Infelizmente esses produtos foram perdendo a sua importância na pauta de exportação, mas o caju ainda tem grande peso. Vamos estudar caminhos para abrigar o caju e incentivar sua produtividade”, concluiu.



 
Image and video hosting by TinyPic

0 comentários:

Postar um comentário