Você Repórter!

Você Repórter!

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Delegacia de Acaraú vai investiga denúncia de estupro de turista em Jericoacoara

A turista alemã registrou Boletim de Ocorrência denunciando estupro e assalto nas dunas da praia no último sábado. Delegacia Regional de Acaraú será responsável pelo inquérito
A Delegacia Regional de Acaraú, com apoio da Delegacia Municipal de Jijoca, vai investigar o caso de estupro seguido de assalto denunciado por uma turista alemã na praia de Jericoacoara. O caso teria acontecido na madrugada do último sábado, 26, no município de Jijoca, localizado a 294 quilômetros de Fortaleza. A vítima, de 24 anos, registrou Boletim de Ocorrência (BO) na Delegacia Regional de Sobral. De acordo com a assessoria de comunicação da Polícia Civil, as investigações preliminares já foram iniciadas.

Na unidade onde registrou o documento, a mulher contou que estava nas dunas da praia, na madrugada de sábado, acompanhada de um austríaco. Por volta das 4 horas, um homem teria abordado a vítima e levado uma câmera fotográfica, um celular e a quantia de R$ 400. Além dos pertences, a turista informou que foi abusada sexualmente pelo criminoso.

Ainda segundo o relato da vítima, não foi possível identificar se o acusado estava armado. “O austríaco parece que não pôde fazer nada, mas não sabemos direito como aconteceu”, comentou o inspetor da Delegacia Regional de Sobral que se identificou apenas como Mota. 

Investigações

A denúncia deveria ter sido registrada em Acaraú, mas, por causa do regime de plantão de fim de semana, foi encaminhada para Sobral. A turista alemã chegou à unidade acompanhada de um intérprete. Depois de registrar o BO, a vítima fez exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML) de Sobral. A previsão é que o resultado do exame saia em até 30 dias. 

A Polícia Civil informa que informações da investigação já iniciada não podem ser divulgadas para não comprometer os trabalhos.

O inquérito do caso ainda não havia chegado à Delegacia Regional de Acaraú até o fim da tarde de ontem. A expectativa é de que chegue ainda hoje. A turista estaria com viagem marcada para voltar ao país de origem nos próximos dias.

Outros casos

O caso acontece após a morte da turista italiana Barbara Gaia Molinari, 29, completar um ano. O crime ocorreu no dia 24 de dezembro de 2014 e também teve a praia de Jericoacoara como cenário. Gaia foi encontrada morta na localidade de Serrote, em Jijoca, com sinais de estrangulamento. Ela estava próxima a uma trilha, que é rota de acesso para a Pedra Furada, um dos principais pontos turísticos locais.

Apesar de a Polícia Civil informar que as investigações do caso seguem, o crime ainda não teve autoria definida, como O POVO publicou no último sábado, 26. O caso da italiana não é isolado. Considerando somente o ano de 2015, levantamento da Polícia Civil aponta que o índice de resolutividade de homicídios no Ceará foi de 27,85%, o que indica o não conhecimento da autoria de cerca de 72% dos crimes.

Também é investigado pela Polícia o desaparecimento do argentino Leonardo Iudicello, 30. Em acampamento na praia de Jericoacoara, ele teve a barraca incendiada e está sem paradeiro conhecido desde o dia 14 de junho.



O Povo

0 comentários:

Postar um comentário