Papelix

ANUNCIE NO BLOG O ACARAÚ

Pesquisar no blog

Você Repórter!

Você Repórter!

domingo, 4 de setembro de 2016

APÓS 16 ANOS HOSPITAL REGIONAL VOLTA A SER CABO ELEITORAL EM ACARAÚ

Após 16 anos, o Hospital Regional de Acaraú ou Hospital Municipal de Acaraú, volta a ser cabo eleitoral do grupo de oposição de Acaraú, nos comícios, reuniões e na propaganda eleitoral gratuita. O discurso de sempre da oposição é que os atuais governantes não querem colocar para funcionar, no entanto este discurso já não funciona mais, e a realidade é outra.

Isso porque na campanha de 2014 o então candidato a governador Eunício Oliveira do PMDB, responsabilizava o Governo do Estado pelo abandono do Hospital Regional de Acaraú. O hospital foi apresentado na propaganda do candidato Eunício sem nenhum equipamento e abandonado. Mais em resposta a propaganda de Eunício, o hospital no entanto, de acordo com a propaganda do candidato Camilo Santana, pertence ao Município de Acaraú e foi abandonado pelo ex-prefeito e hoje aliado de Eunício Oliveira, Pedim do Cleto.

Segundo a coligação do candidato Camilo Santana, eleito naquela eleição Governador do Ceará, Pedim do Cleto solicitou, quando prefeito de Acaraú, apoio do Governo do Estado para reformar aquela unidade de saúde. O Governo realizou as obras, recuperou o hospital e o devolveu à Prefeitura, que ficaria com a responsabilidade de equipá-lo e colocá-lo em funcionamento, o que nunca aconteceu.


Em documento apresentado, e que selou o acordo entre a prefeitura e o Governo do Estado para a reforma do prédio, o ex-prefeito diz que a Prefeitura de Acaraú assumirá, mediante convênio firmado, toda responsabilidade financeira e funcional daquela unidade.

A médica Lia Ferreira Gomes, irmã do ex-governador Cid Gomes, publicou uma dura critica à propaganda eleitoral do candidato do PMDB em 2014. Em seu perfil no facebook, Lia diz que o hospital polo de Acaraú é municipal, e que Cid o reformou a pedido do ex-prefeito Pedro Fonteles "Pedim do Cleto", e disse, que o mesmo nunca o colocou para funcionar.


Com inicio de sua construção pelo então governo Tasso Jereissate, e que na época tinha como chefe de gabinete o deputado estadual João Jaime e como prefeita do município a Sra. Magda Gomes, a obra que era para ser entregue a população foi abandonada em 2002, pouco tempo depois do inicio de sua construção, virando assim um cabo eleitoral em todas as demais campanhas seguintes, e só foi finalizado a pedido do ex-gestor acarauense que prometeu colocar para funcionar.

Em 2013 na Assembleia Legislativa o deputado João Jaime cobrou o funcionamento do hospital que na época estava à 10 anos abandonado. O deputado Duquinha que comandava a sessão, entregou a presidência ao deputado Sergio Aguiar e disse que o hospital é inviável. O deputado João Jaime no entanto evitou o debate.

Para os especialistas na área da saúde, o hospital seria de grande importância, e sua abertura não interferia no funcionamento do único hospital da cidade, o Dr. Moura Ferreira, que também atende toda a região. No entanto sua abertura esbarra no financeiro, já que o município de Acaraú não tem como bancar sozinho, e um consórcio com os outros municípios da região, que seria a solução, é inviável, já que todos os outros municípios tem seus próprios hospitais.

Veja o Vídeo da Resposta da Coligação de Camilo na Campanha de 2014

0 comentários:

Postar um comentário