11Bets+

Papelix

Pesquisar no blog

Você Repórter!

Você Repórter!

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Dupla sequestra família de gerente do Correios de Itarema e rouba agência

Ação aconteceu dez dias após a Polícia Militar frustrar os planos de uma quadrilha que pretendia realizar uma ação semelhante com uma família de um gerente de banco

Dois homens sequestraram a família de um gerente do Correios na manhã desta terça-feira, 21, no município de Itarema. A dupla executou uma prática criminosa conhecida como “sapatinho”, que consiste na realização de crimes de extorsão mediante sequestro e de roubo, em ações paralelas. A ação aconteceu dez dias após a Polícia Militar frustrar os planos de uma quadrilha que pretendia realizar uma ação semelhante, na mesma região, com uma família de um gerente do Banco do Brasil.

O gerente teve a casa invadida e familiares sob ameaça de bandidos. De acordo com as informações disponibilizadas pela Delegacia Municipal de Itarema, a dupla abordou o gerente na residência dele, por volta das 7:00hs. Um dos criminosos ficou encarregado por sequestrar os parentes que estavam presentes na casa, enquanto o outro integrante guiou o gerente rumo à agência, sob a ameaça de fazer algo contra a família dele caso se recusasse a abrir o cofre.

Na ocasião, foi utilizada o próprio veículo da vítima, um Toyota Hilux, para a locomoção até a agência e, posteriormente, para a fuga. Ao chegar no local, o criminoso rendeu o vigilante responsável pela segurança do local e abriu o cofre. Do local, foi levado uma quantidade de dinheiro ainda não revelada e a arma do funcionário rendido. Após a ação, o criminoso seguiu com a vítima dentro do veículo por mais 10 km, quando finalmente o libertou na CE-434.

O segundo criminoso seguiu até o município de Trairi, em um veículo Toyota Corolla, com a família. A localização fica a 81 km de onde as vítimas foram raptadas. Após ter a confirmação que o roubo foi realizado, o sequestrador liberou a família ao lado do Sindicato dos Trabalhadores da região. A Polícia segue em diligências para descobrir o paradeiro e a identidade dos acusados, além de detalhes sobre a ação. Por enquanto, nenhum dos nomes foi divulgado para preservar a integridade das vítimas.

DN

0 comentários:

Postar um comentário