Você Repórter!

Você Repórter!

segunda-feira, 29 de maio de 2017

Acaraú e mais 14 cidades aguardam por uma Delegacia da Mulher

O enfrentamento à violência doméstica é um dos temas mais desafiadores para o desenvolvimento de políticas públicas. A própria Constituição do Estado do Ceará, em seu artigo 185, previu uma forma de combater essa problemática, prevendo a obrigatória instalação de delegacias especializadas de atendimento à mulher em todos os municípios com mais de sessenta mil habitantes.

Ocorre que, até a presente data, somente 09 (nove) delegacias de atendimento à Mulher estão em funcionamento, segundo a parlamentar Laís Nunes. 15 (quinze) municípios do estado com mais de 60.000 (sessenta mil) habitantes (segundo o Censo do IBGE de 2014) ainda aguardam a instalação das delegacias especializadas.

A não instalação faz com que a violência doméstica não tenha atenção necessária, privando, ainda mais, as mulheres dessas cidades de um tratamento técnico e específico, como o nosso constituinte já previu desde 1994.

As cidades que aguardam esperançosas a instalação de Delegacias de Proteção à Mulher são: Aracati, Acaraú, Camocim, Russas, Morada Nova, Canindé, Aquiraz, Pacajus, Horizonte, Itapipoca, Crateús, cascavel, Maranguape, Tianguá e Quixeramobim.

Movimento Ceará Seguro

1 comentários:

  1. Muito ganharia a população de Acaraú em ter uma Delegacia especializada no atendimento as mulheres. Espero que o Governo esteja sensível a isso.

    ResponderExcluir