Papelix

ANUNCIE NO BLOG O ACARAÚ

Pesquisar no blog

Você Repórter!

Você Repórter!

terça-feira, 8 de agosto de 2017

Deputado Aníbal Gomes não concorda em mexer no funcionário público e trabalhador rural na Reforma da Previdência

No último domingo, Temer esteve reunido com os presidentes do Senado, Eunício Oliveira (PMDB), e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), além da equipe econômica. A pauta foi a reforma da Previdência. Para ser aprovada, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que muda regras de acesso à aposentadoria será bem diferente da que desejava o ministro da Fazenda Henrique Meirelles.

A versão que deverá passar pode ser bem mais suave, com regra de transição muito mais flexível. Até a idade mínima, que antes o governo dizia que não abria mão, pode ser atingida só daqui a vários anos.

“Vai ser bem superficial. Ela poderá passar se for muito superficial. Essa coisa do funcionário público, essa do trabalhador rural, não concordo de maneira nenhuma. Não tem como. Muitos, inclusive do próprio partido (PMDB), estão reclamando. Acredito que o governo vai ter que abrir mão de muita coisa”, afirma o deputado Aníbal Gomes.

O Acaraú! com Informações do O Povo

1 comentários:

  1. Anibal Gomes está apenas tentando limpar sua barra perante a sociedade, afinal, ninguém vai esquecer tão cedo do seu rosto quando votou a favor de engavetar o processo contra o atual presidente da república, o povo tá deixando de ser besta, as eleições estão chegando.

    ResponderExcluir