11Bets+

Volta às Aulas Papelix

Papelix

Pesquisar no blog

Você Repórter!

Você Repórter!

quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Vereador de Raposa, no Maranhão, resgata a história do município ao criar a Medalha em nome do acarauense Antônio Pucal

Um Projeto de Decreto Legislativo de autoria do presidente da Câmara Municipal de Raposa, vereador Beka Rodrigues (PCdoB), criando a Medalha de Mérito Legislativo Antônio Pucal, foi aprovado, por unanimidade, na sessão da ultima sexta-feira, 24/11. De acordo com Beka Rodrigues, a ideia é homenagear Antônio Pucal, que foi um dos fundadores do município, hoje conhecido como cidade de Raposa e, além disso, com a medalha que leva seu nome, homenagear, também, todos os anos, 11 personalidades locais em destaque nos mais diversos setores da sociedade.

"A Medalha Antônio Pucal será uma homenagem à figura histórica de Antônio Pucal e aos cidadãos de Raposa que se destacarem em cada ano. Homenagear as pessoas que se evidenciam na sociedade ainda em vida, é a maior forma de se mostrar reconhecimento pelos seus feitos e valores”, destacou Beka. Filhas e netas de Antônio Pucal prestigiaram a sessão que aprovou a honraria e enalteceram a iniciativa do presidente Beka Rodrigues e a aprovação por unanimidade da Câmara. Para Raquel de Vasconcelos dos Santos, filha de Antônio Pucal, a Medalha foi uma homenagem mais que merecida ao seu pai pela sua importância histórica.

Homenageado

Nascido no dia 8 de abril do ano de 1929, na cidade de Acaraú, no Ceará, Antônio Ferreira dos Santos, conhecido historicamente como Antônio Pucal, chegou à área hoje conhecida como município de Raposa, em setembro de 1947, conforme relatos de seus familiares. Foi o primeiro morador da Ilha de Pucal e, por este motivo, teve o nome da praia adicionado ao seu primeiro nome, lhe eternizando como o personagem da fundação de Raposa pelo apelido Antônio Pucal. Pucal foi um dos pioneiros no povoamento da Raposa, no final dos anos 1940 e, ao lado de outros pescadores desbravadores, como José Martins, José Maria Castelo, Tirite e Francisco Carlos dos Santos (Chico Noca), deu início a colônia de pescadores cearenses que posteriormente povoaria toda a região.

Pucal estabeleceu-se com sua família e desenvolveu os trabalhos na pesca de curral. Antônio Pucal casou-se com Francisca de Vasconcelos dos Santos, também natural de Acaraú, teve duas filhas, as senhoras Raquel de Vasconcelos dos Santos e Maria Zeli dos Santos Silva, nove netos, sendo que dois já faleceram e 9 bisnetos. Antônio Pucal faleceu no dia 10 de março de 2004 e sua esposa, em 07 de fevereiro 2012.

Blog O Acaraú!

0 comentários:

Postar um comentário