Promoção Féria com Leitura da Papelix

sábado, 11 de agosto de 2018

VERGONHA: Maus tratos aos universitários de Acaraú continua


Se tem universitário guerreiro nesse Brasil, esses são os de Acaraú. Nas redes sociais circulam imagens da super lotação do transporte dos universitários acarauenses que todos os dias encaram cerca de 220 km de estrada para poderem alcançar o sonho de se formarem em uma faculdade. De acordo com eles, a situação é de "negligencia" e "descaso".

Os veículos têm capacidade especifica para levar pessoas sentadas, mas imagens divulgadas pelos próprios estudantes mostram que os veículos rodam com mais passageiros que o permitido. Alguns estudantes chegam a se encostar nas cadeiras para ter uma viagem menos exaustiva. A situação incomoda os alunos que manifestam a insatisfação, muitos desabafam com publicações nas redes sociais.

Alunos dizem que nos últimos dias estão indo em um ônibus e um micro ônibus, este último devido a um dos ônibus ter colidido com um animal quando fazia o trajeto, deixando os jovens assustados. Os acarauenses reclamam da super lotação, e teriam pedido um novo ônibus para substituir o micro, mas não foram atendidos, tendo os mesmos que suportarem a viagem nessas condições que mostra a imagem. Além disso, os veículos estão constantemente apresentando falhas mecânicas durante as viagens.

Em novembro de 2017, uma liminar ordenou que a Prefeitura Municipal de Acaraú regulariza-se o fornecimento de transporte para estudantes universitários, atendendo pedido do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio da Promotoria de Justiça da Acaraú. A Prefeitura de Acaraú fornecia ônibus do programa Caminho da Escola, no entanto o MP recomendou a correta aplicação desses veículos, devendo ser fornecido veículos adequados para os universitários. 

Na época, a ação ministerial teve como base denúncias dos próprios universitários. Eles informaram que o transporte era feito com capacidade superior a permitida, com passageiros viajando em pé, na escada do veículo e ainda em cima do motor, na parte interna, além de utilizar os veículos destinado aos alunos do ensino básico.

0 comentários:

Postar um comentário