terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

Sete deputados cearenses a abrem mão do auxílio-moradia

Sete deputados federais abriram mão do auxílio-moradia de R$ 4,2 mil a que tem direito os integrantes da Câmara dos Deputados. Os sete optaram por não receber nem o benefício nem o apartamento funcional disponibilizado pelo Legislativo aos parlamentares.

Não aparecem como recebedores de nenhum dos dois benefícios apenas Capitão Wagner (Pros), Célio Studart (PV), Idilvan Alencar (PDT), Denis Bezerra (PSB), Dr. Jaziel (PR) e Heitor Freire (PSL). Entre os demais deputados cearenses, dez recebem reembolsos para a locação de imóveis na Capital federal e sete utilizam apartamentos bancados pela própria Câmara Federal. 

Aparecem como beneficiários do auxílio-moradia os deputados AJ Albuquerque (PP), Eduardo Bismarck (PDT), José Airton (PT), Júnior Mano (Patriota), Leônidas Cristino (PDT), Mauro Filho (PDT), Pedro Bezerra (PTB), Robério Monteiro (PDT) e Roberto Pessoa (PSDB). Com exceção de Bismarck, Júnior Mano e Robério Monteiro, todos recebem o valor máximo de R$ 4,2 mil. 

Já na lista do apartamento funcional estão André Figueiredo (PDT), Domingos Neto (PSD), Genecias Noronha (SD), José Guimarães (PT), Luizianne Lins (PT), Moses Rodrigues (MDB) e Vaidon Oliveira (Pros). Todos eles já eram deputados federais e ocupam os apartamentos desde a legislatura passada.

Com Informações do O Povo

0 comentários:

Postar um comentário