Você Repórter!

Você Repórter!

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Jeri deve receber voos do exterior até o fim do ano

Motivo de pauta na reunião de ontem do governador Camilo Santana e o ministro-chefe da Secretaria de Aviação Civil (SAC) da Presidência da República, Guilherme Ramalho, o Aeroporto de Jijoca de Jericoacoara está sendo preparado para receber voos internacionais até o fim do ano, conforme revelou o Departamento de Estrada e Rodagens (DER).

"A nossa expectativa é de que até o fim de março o Aeroporto esteja homologado e possa receber voos comerciais", afirmou o coronel Paulo Edson Ferreira, assessor de Infraestrutura Aeroportuária do DER, segundo quem o processo de alfandegamento e acordos com outros órgãos como Polícia Federal e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) - cujas presenças são necessárias para tornar o terminal internacional - está em "tratativas iniciais".

"Isso (o alfandegamento) é uma coisa rápida, por isso a nossa previsão é de que até o fim do ano esteja recebendo voos internacionais", considerou o coronel. De acordo com ele, para operação inicial, prevista para o fim de março, "toda a parte técnica junto à Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) está formalizado e todas as etapas para homologação do Aeroporto de Jijoca de Jericoacoara foram tomadas pelo DER, é só uma questão de tempo para homologar".

Independência operacional

O coronel Paulo Edson ainda informa que a pista de 2,2 mil metros de comprimento e 45 metros de largura, mais 7,5 metros de acostamento, capacita o aeroporto a receber "aeronaves de grande porte, inclusive cargueiros e voos internacionais". Toda a estrutura da pista, aliada à resistência do pavimento montado no terminal, deve qualificar o aeroporto para operar voos sem dependência do Aeroporto de Fortaleza, ou seja, os passageiros pousaram direto em Jijoca, sem passar pela Capital. 

"O Aeroporto de Jijoca de Jericoacoara pode receber aeronaves direto de outros aeroportos, nacionais e internacionais. Pelo porte do Aeroporto, não há a necessidade de receber do (Aeroporto Internacional) Pinto Martins", garante assessor de Infraestrutura Aeroportuária do DER. A capacidade de movimentação do novo equipamento estadual, segundo conta o coronel, é de, "no mínimo, 620 mil passageiros por ano".

Investimentos

Para dotar o terminal de mais recursos, a SAC informou via assessoria que já aplicou recursos da ordem de R$ 20 milhões entre os aeroportos de Aracati e Jijoca. Parte do montante, segundo detalha o coronel Paulo Edson, foi aplicado na instalação de uma estação de prestação de serviço de telecomunicações, "que fornece serviços meteorológicos e de comunicação bilateral entre o controle do aeroporto e a aeronave que está pousando e decolando".

Jericoacoara também recebeu, dentro deste investimento federal, peças do imobiliário, ar-condicionados, além da constituição das "vias operacionais de circulação interna da pista, que ligam a seção de combate a incêndio, pista de pouso e decolagem ao pátio de estacionamento de aeronave".

Diário do Nordeste

0 comentários:

Postar um comentário