Papelix

ANUNCIE NO BLOG O ACARAÚ

Pesquisar no blog

Você Repórter!

Você Repórter!

sábado, 24 de junho de 2017

Prefeito de Jijoca de Jericoacoara manda recado ao estado ao não comparecer a inauguração do Aeroporto Jericoacoara

Durante a cerimonia de inauguração do Aeroporto Regional de Jericoacoara, no município de Cruz, o cerimonialista até registrou a presença do prefeito de Jijoca de Jericoacoara, Lindbergh Martins, no entanto, o prefeito não compareceu e ainda mandou recado para o governo estadual.

Se recusando a comparecer ao evento de inauguração do aeroporto que leva o nome da praia mais famosa do estado, o prefeito da o recado de que a privatização ou concessão do Parque Nacional de Jericoacoara não será um processo fácil para o estado e o ICMbio.

"Escolhi ficar ao lado do Povo de Jijoca e não aceitarei qualquer medida que não seja para beneficia-los", disse Lindbergh a pessoas mais próximas. A um deputado que ligou reforçando o convite, Lindibergh teria dito: "Deputado eu não vou, ninguém gosta do que fizeram com o município, eu fico do lado da população".

A queixa do prefeito e dos jijoquenses, é por conta de um possível acordo de cooperação para implementar modificações no Parque Nacional de Jericoacoara entre o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e o Estado do Ceará.

As ações incluem controlar o acesso nos quatros postos de informação e controle de Jericoacoara, retirada dos rebanhos bovino e asinino (jumento) da unidade, cercamento, melhoria das vias implementação de estruturas de apoio à visitação nos principais atrativos e a otimização da gestão de resíduos sólidos e líquidos.

Ainda está prevista a cobrança de taxa diária, pelo Instituto, para ficar em Jericoacoara, assim como acontece em Fernando de Noronha/PE. A cobrança será para os visitantes, preservando o acesso gratuito aos moradores e os que são isentos pela lei. De acordo com a tabela da Taxa de Preservação Ambiental da UC de Pernambuco, um dia em Fernando de Noronha custa R$ 68,74.

Os moradores da cidade temem que com a concessão o restante do município de Jijoca fique esquecido pelo governo e a arrecadação despenque. A cobrança de entrada e da taxa diária para ficar na praia também é criticada pelos populares, que temem que a praia fique elitizada, e visitantes das cidades vizinhas, que também contribuem para a economia do município, procurem opções mais baratas.

2 comentários:

  1. Um homam deixe é louco é ? Comparar Jericoacoara com Fernando de Noronha que é uma ilha que para chegar lá tem que ir mar, ou pelos aris ... Juízo prefeito, VC vai afetar a economia da cidade VC agindo assim.

    ResponderExcluir
  2. O custo de manutenção de Jeri é muito menor que o de Noronha. Essa taxa não deve chegar a tanto. Sou a favor da concessão visto que a prefeitura e outros órgãos públicos responsáveis não demonstram competência na administração do parque.

    ResponderExcluir