11Bets+

Papelix

Pesquisar no blog

Você Repórter!

Você Repórter!

terça-feira, 7 de novembro de 2017

Deputados cearenses repercutem privatização da Eletrobras

A notícia de que o governo enviará ao Congresso Nacional a proposta de privatização da Eletrobras por meio de um projeto de lei não agradou alguns deputados cearenses. O deputado José Guimarães (PT) informou que já está com um Projeto de Decreto Legislativo pronto para sustar a medida do governo. Caso o PDC não seja aprovado, ele garantiu que a oposição está preparada para barrar o projeto de Temer nas comissões e Plenário. "Privatizar o setor energético passou de todos os limites. Só falta vender o Palácio do Planalto", destacou o petista.

André Fiqueiredo (PDT) e Odorico Monteiro (PSB) também declararam serem completamente contra a privatização da Eletrobras. Para o deputado José Airton (PT), a privatização da grande estatal energética representa "um crime de lesa pátria".

O deputado Aníbal Gomes (PMDB) declarou ser favorável a privatização de algumas estatais do País menos da grande Petrobras. "O Estado deveria fica menor", disse.

Na avaliação do deputado Danilo Forte (PSB), a grande maioria das empresas estatais estão "deficitárias" e privatizar garantirá uma segurança para as contas do governo. Segundo ele, o governo precisa avaliar a melhor forma dessas empresas serem gerenciadas. "O setor público não tem sido um bom gerente, tem gerado prejuízos e quem paga a conta é o povo brasileiro", garantiu.

O presidente Michel Temer decidiu nesta segunda-feira, 06/11, que a proposta de privatização da Eletrobras será enviada ao Congresso via projeto de lei, como queria o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Em reunião no Planalto com os ministros Fernando Coelho (Minas e Energia) e Eliseu Padilha (Casa Civil), Temer acertou que o projeto de lei será encaminhado ainda nesta semana para o aval dos parlamentares e, segundo participantes do encontro, deve ser votado em regime de urgência.

Na reunião, o presidente também discutiu sobre recursos para abater em cargos setoriais, mas os montantes ainda não foram fechados. O governo estima que conseguirá cerca de R$ 12 bilhões com a privatização da Eletrobras.

O Acaraú com Informações do Diário do Nordeste

0 comentários:

Postar um comentário