11Bets+

Papelix

Pesquisar no blog

terça-feira, 2 de janeiro de 2018

Pescadores de Itarema começam a usar manzuá de pvc e ajudam na preservação

Com o intuito de preservar o meio ambiente, o proprietários de embarcações de pesca, resolveram testar o PVC como matéria prima para a construção dos manzuás, tradicionalmente feitos de madeira e arame ou nylon. O objetivo é parar de utilizar a madeira, que provém da Mata Atlântica. Além disso, a durabilidade da madeira é muito pequena, apenas sete meses, enquanto que o PVC resiste até por quatro anos.

A novidade já chegou para os grandes produtores de lagosta, em municípios como Icapuí, Aracati, Itarema e Tremembé. Cerca de 2 mil manzuás de PVC já foram vendidos. Os proprietários de embarcações afirmam, ainda, que um dos grandes benefícios é o tamanho da malha da tela em PVC. São dois centímetros maior quando comparada ao arame, o que faz com que os peixes pequenos não fiquem na armadilha.

Além disso, depois de três ou quatro anos, quando o material deve ser trocado, nada se perde: a tela velha será moída na fábrica e transformada em nova, sendo um equipamento totalmente reciclável.

Blog O Acaraú com informações
do Diário do Nordeste

0 comentários:

Postar um comentário