Promoção Féria com Leitura da Papelix

terça-feira, 2 de julho de 2019

Rodovia Estadual que dá acesso a Jericoacoara está em situação precária

Parte de uma das principais vias de acesso a Jericoacoara, a CE-085, passa por problemas estruturais. Em alguns trechos, como no Km 60, para conseguir trafegar, o motorista precisa reduzir drasticamente a velocidade e redobrar a atenção em razão da grande quantidade de buracos. No entanto, os problemas começam bem antes. No Km 15 da rodovia estadual, no município de Caucaia, os buracos já se fazem presentes. 

"É como andar em um rally. A gente fica jogando o carro de um lado para o outro para tentar não cair nessas crateras, mas chega uma hora que é impossível, tem buraco que corta a pista toda", reclama o caminhoneiro Artur Gaspar. Ele conta que trafega toda semana pelo local que, segundo analisa, "é um dos piores trechos do Estado". 

As queixas são generalizadas. "Isso aqui é uma vergonha", critica o autônomo Mateus Bruno. "Não tenho coragem nem de chamar de rodovia, mais parece uma estrada carroçável", complementa. 

Além dos buracos, os condutores enfrentam pedras soltas e muita poeira. "Está difícil passar por aqui", classifica Pedro Kaio Duarte. Ele trabalha fazendo fretes e mudanças. No mês passado, recorda, teve que trocar o para-brisa do caminhão que fora atingido por uma pedra. A má conservação da CE impacta diretamente no bolso dos motoristas. "Quebra tudo! Já perdi mola, suspensão; é um prejuízo atrás do outro. E não escapa ninguém: carro, moto, caminhão, quem passa por aqui tem que rezar para chegar até o fim da viagem sem nenhum prejuízo", garante o taxista José Gusmão. Ele, inclusive, já sentiu os danos para além do material. Gusmão perdeu um amigo, morto após capotar o veículo que dirigia na CE-085. "O carro caiu no buraco e capotou. Ele quebrou o pescoço e morreu no local", lamenta. 

Alta estação 

O fluxo na Rodovia fica ainda mais intenso neste período de alta estação. Milhares de turistas se deslocam até Jericoacoara, um dos principais roteiros turísticos do Nordeste, a fim de aproveitar as férias. Para chegar até lá, no entanto, é preciso cautela e muita paciência, sobretudo aos que não têm familiaridade com o trajeto.

"Estou vindo do Pernambuco. Passamos uns dias em Quixadá, um fim de semana em Fortaleza e agora vamos seguir para Jeri. Durante esses centenas de quilômetros que já rodamos, esse é um dos que requer mais atenção. Tem uns buracos bem grandes", descreve o advogado Paulo Martins Sá, que vai visitar, com a família, a badalada vila pela primeira vez. "Dizem que a praia de lá é paradisíaca, espero que seja mesmo, para compensar todo esse trajeto cansativo e cheio de buracos", acredita. 

Melhorias 

Numa tentativa de solucionar esse problema, o Governo do Estado anunciou investimento de R$ 153 milhões para recuperação de quase 1.646 km de rodovias estaduais. 

Em alguns pontos, as obras já tiveram início. Serão, ao todo, recuperados 57 trechos. Dentre eles, a CE-085. Nos pontos mais críticos da Rodovia, a malha asfáltica será completamente refeita. No último fim de semana, operários e máquinas já trabalhavam no local. Além de ser rota de acesso a Jericoacoara, a via liga também a Capital cearense a outras praias bastante procuradas pelos turistas, como a de Flecheiras. 

O governador Camilo Santana pontuou que obras já licitadas estão divididas em cinco lotes. "A meu pedido todas vão começar ao mesmo tempo. Importante dizer que não se trata de tapa-buraco. São trechos que serão recuperados e sinalizados para deixar com conforto e qualidade o tráfego dos passageiros nessas rodovias", disse. O prazo de execução será de seis meses.

Blog O Acaraú com informações
do Diário do Nordeste

0 comentários:

Postar um comentário